[Reading] ➸ Memória de Elefante ➮ António Lobo Antunes – Loanexpress.us

Memória de ElefanteO Livro Acompanha A Crise Existencial Do Narrador, Um Psiquiatra Que Mora Em Lisboa Alter Ego Do Pr Prio Lobo Antunes Regressado De Angola E Separado Da Mulher E Das Filhas, O Protagonista Revela Ao Longo Da Narrativa Que Transcorre Em Um Nico Dia Sua Grande M Goa Em Rela O Ao Casamento Fracassado.

[Reading] ➸ Memória de Elefante ➮ António Lobo Antunes – Loanexpress.us
  • Paperback
  • 172 pages
  • Memória de Elefante
  • António Lobo Antunes
  • Portuguese
  • 09 July 2018
  • 9789896600846

    10 thoughts on “[Reading] ➸ Memória de Elefante ➮ António Lobo Antunes – Loanexpress.us


  1. says:

    Launched in Portugal in 1979, it achieved such an extraordinary success that it allowed its author to abandon Medicine and dedicate himself entirely to the career of writer.The book follows the existential crisis of the narrator, a psychiatrist who lives in Lisbon alter ego of Lobo Antunes himself Returned from Angola and separated from the woman and the daughters, the protagonist reveals throughout the narrative which takes place in a single day his great sorrow in relation to the failed mar...


  2. says:

    Deliciosa novela esta, que constitui o primeiro livro de Ant nio Lobo Antunes, que foi editado em 1979.Numa escrita rica e atraente, Lobo Antunes, leva nos pelos dias de um psiquiatra, amuado com a vida, pelo que eu penso, deve ser um livro autobiogr fico A escrita dele ...


  3. says:

    Finalmete consegui terminar Nunca pensei ter t o pouca vontade de ler um livro t o pequenino e admito que s n o desisti de o ler devido a esta minha persist ncia em n o deixar nenhum livro a meio e claro, tendo em conta o autor que.Este livro al m da escrita complexa uma confus o tremenda Cheio de met foras e introspec es misturadas com ...


  4. says:

    N o d , Lobo Antunes e eu n o combinamos uma pena J tentei quatro vezes, mas s acertei quando li as suas Cartas de Guerra.N o deixa de ser escritor genial, com a escrita nervosa, galopante, a tremer lhe nos dedos Mas tudo o que narra o TODO ao mesmo tempo o antes e o agora o assertivo e o inseguro o jeitoso que tamb m um anormal Preciso de alguma sanidade na leitura, s um pouco que...


  5. says:

    Agotado y satisfecho como un corredor en la meta Pero solo fueron 160 p ginas


  6. says:

    Este livro um caso peculiar.Reconhe o lhe v rias qualidades, narrativas e de escrita, mas n o consegui propriamente gostar dele.Reconhe o, tamb m, a genialidade do Lobo Antunes A sua capacidade de fazer de tudo uma met fora, de oscilar entre passo e presente, entre um narrador na primeira e na terceira pess...


  7. says:

    Mem ria de Elefante , a que nada esquece e tudo guarda, a que n o deixa morrer Num registo completamente diferente dos seus trabalhos mais maduros mas ainda capaz de trocar algumas vistas menos acostumadas Ant nio Lobo Antunes estreia se com um pequeno livro de registo autobiogr fico e enciclop dico Uma forma de se inserir de in cio no seu universo ficcional As influ ncias po ticas, liter rias e musicais que construiram o escritor est o aqui, mas tamb m aqui habitam algumas outras subst ncias, pormenores insidiosos da obra antuniana O nosso psiquiatra por vezes anda toa, est onde n o est , em registo epis dico e fragment rio O que acontece parece que cai do c u e n o tem sentido, talvez tenha Um s exemplo Mem ria de Elefante , 1979 E lembrei me de uma pessoa me contar que em mi da a m e a levava a fazer visitas numa poca em que as criaturas se relacionavam umas com as outras em bicos de p s de delicadezas excessivas e ent o ela entrava em casas hirtas povoadas de grandes rel gios e de pianos com casti ais onde a m sica se inclina a tremer na direc o do vento, escutava os lamentos das senhoras afogadas pelo damasco dos resposteiros e os suspiros dos mortos nos retratos da parede, e pensava Como esta casa deve ser triste s tr s horas da tarde Este trecho a porta pa...


  8. says:

    Lembra me inevitavelmente Os Cus de Judas J o li h uns anos, mas o estilo e a tem tica s o reconhec veis S o ambos uma esp cie de auto biografia do autor, ou pelo menos, t m bastantes pontos em comum Tal como o outro, a hist ria passa se num nico dia, a personagem principal parece ser a mesma, neste fala um pouco menos sobre a guerra colonial Uma maratona de mem rias e met foras que n o perde a atualidade apesar de ter a mesma idade que eu o que n o muito antigo para idade de pessoa, mas pode ser o suficiente para datar uma obra Cada passo que o personagem d , cada cena observada, despoleta uma mem ria, formando uma manta com mais retalhos ...


  9. says:

    Ant nio Lobo Antunes is generally considered to be one of the foremost Portuguese writers and there are many who think that he, rather than his compatriot Jos Saramago, should have received the Nobel prize for literature in 1998 However, since the Nobel prize committee has a distinct penchant for awarding mediocrity, it appears unlikely he will ever get it for if there is one thing Lobo Antunes writing is not, it is mediocre, or indeed middle of the road or mainstream, but each one of his at the moment I am writing this 24 novels has an irrepressible tendency towards the extreme, the unrestrained and excessive in their form as well as in their content.This is already noticeable in his first novel Mem ria de Elefante from 1979 which apparently has not been translated into English yet The novel has no plot whatsoever it simply follows a day in the life of a Portuguese psychiatrist who works in a hospital in Lisbon, hates his job, regrets just having left his second wife, remembers his time serving in the war in Angola and generally ...


  10. says:

    Algures entre o 2 e o 3, tenho de amadurecer est opini o..

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *